Páginas

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Favos

Teu céu de favos
Afáveis favores disciplinados
Favorito de milagre
Agrego a vida a meu pensamento
Teu Deus escapa por uma harpa divina
Os dedos que hoje levantados
Sussurram preces secretas
Compro o comprometimento
De só falar seu nome.

Um comentário:

Fabitatauga disse...

Esse me lembrou muito "Cecília" do Chico.

"Eu te murmuro
Eu te suspiro
Eu, que soletro
Teu nome no escuro"