Páginas

quarta-feira, 8 de julho de 2009

Hedonista

O que me move
é o que me comove
é como ver o mundo enternecer em seus detalhes
e ser eterno em sua simplicidade

Sem prazer sou imóvel
móvito caminho
imortal ao éter
terno de adiantamento

Mas se há encantamento
caminho movido pela canção
mortal a necessidade
ternura hedonista


A claridade comovida
ser breve como a vida
no enternecer de todo entardecer.

3 comentários:

Gabriela Costa disse...

Palavras são amigas, melhores amigas! E você sabe brincar com elas bem, muito bem! (:

Karla Sanchez disse...

"é como ver o mundo enternecer em seus detalhes
e ser eterno em sua simplicidade"
que coisa mais linda isso aí!
amei...

Vanessa disse...

como tu consegue, hein?
escrever, assim, tão bem!

Obs: e um pão de queijo, tá afim? haha