Páginas

segunda-feira, 19 de março de 2012

A mulher que engarrafava sonhos

Ainda dá tempo de te esquecer? Meu coração atrasado, acelera meu pulso, e o meu sangue corre para não perder a hora da tua veia. Posso perder o tempo em que perdi te tendo? Ou melhor, ter o tempo em que ganhei te perdendo? Posso adiantar minha intuição e assim prever que você sempre engarrafa sonhos? Meu batimento cardíaco ignora teus pontos cardiais, e não há nenhuma cordialidade entre minha espera e o teu passo.

2 comentários:

Anônimo disse...

uma mulher que engarrafa sonhos + um homem que engarrafa nuvens? já se tem um céu :)

Daniel Gago disse...

Maneirasso, parabéns !