Páginas

domingo, 17 de maio de 2009

Alternativos senhores da noite,suas implicancias empiricas diante fatos aparentemente normais,já nãu causam mais em mim,a vergonha de ser normal,todos os chavoes ditos pelos seus ideias modernos,não acanham a vontade de ser só.Sociedade atraida pelas taras ouriculares,vexames pós felicidade,depressao pós parto.Tenho a humildade de dizer que o popular gesto insignificativo de voces,é tao pretensioso,que um dia irá cair em ostracismo,como irá cair todas suas noites de puro prazer.Senhores da noite,a vida é um estrago na mao de voces,e que por mais que se desdobrem,a o carater nao é reciclado.Tenho a missao de ser um pouco mais ácido,para com todos aqueles que um dia me ignoraram,ó senhores da noite,voces nao sao nada,quando o dia amanhece,suas ressacas entregam suas fraquezas,e suas dores de cabeca,nao sao de consciencia mas de um subterfugio necessario.Senhores da noite,voces nao sao nada quando amanhece.

2 comentários:

-starlight disse...

Iuri dando um tapa na cara da sociedade

Y! disse...

A não ser uma sociedade sem nexo algum