Páginas

quinta-feira, 30 de abril de 2009

abaixo

Minha sensação de culpa
adia o meu sonho
difere meus desejos
e distrai minhas qualidades
A desordem do meu dia
equilibra o que cabe a mim responder
Orbitraria noção de tempo
Ironiza o que o meu prazer prioriza
Atarefada noção de nada
injusta capacidade de ser bom
Minha ansiedade é de não cumprir o obvio
e de chorar horas depois pelo trivial
abaixo a auto estima
abaixo a auto estima
grita a loucura em greve em meu cerebro.

3 comentários:

bruno dumont. disse...

abaixo a superestima!
pra cima com (a sua, a minha, a de todos nós) baixa auto-estima.

abraço, Iuri.

Anônimo disse...

oi oi ... tudo bem? gostei do seu blog dahora sentir pessoas assim ... que escrevem ... colocam pra fora o desabafo da vida em forma de sentimentos-palavras ...
Tambem tenho um blog ... de imagens, frases e alguns contos que escrevo ... www.animaimaginarium.blogspot.com
caso queira entrar em contacto!
Abraço ;)
Cléo

Karla Sanchez disse...

Abaixo os que não tem baixo-estima alta.
Simples e completo!
Tu é foda bicho!