Páginas

domingo, 23 de setembro de 2007

Tantos

De tantos “se” o sorriso ficou no “mas” E o Beijo ficou na incerteza De tantos “sim” e “não” a saudade ficou no tempo E o abraço ficou nas horas. As conversas ficaram nas duvidas A tristeza ficou no poxa De tantas manias,as risadas ficaram no mal entendido E a felicidade no pensamento De tantos “para” o toque ficou no vão A intenção no vazio,e minha palavra no silencio De Tanto passado, o presente simplesmente não ficou

6 comentários:

yara b . disse...

o passado que não passou...

Uma Elisa disse...

que bonito

:~~~

~*Butter.Fly disse...

Oi iuri!

Recebi, do Blog Baú dos Raros, um convite, para pegar o livro que estivesse mais a mão, abrir na página 61 e transcrever a 5ª frase completa. Feito isso, enviei a mesma brincadeira para mais três blogs amigos!


Postei a minha la no blog.

Bjinhos

Ла disse...

Oie...
não vou comentar o post até porque sempre entendo errado...
enfim ¬¬'

fiz um blog novo, esse será impossivel de esquecer a senha xD, eu acho, te linkei ^^
me linka aí ^^

e sempre vou passar por aqui... msm q seja pra comentar desentendida tá? \o/

=*

Suzina disse...

Vc definitivamente é meu poeta preferido!

Bjos,
Suzina

mah_sefrian disse...

é o meu poeta preferido também, chega ser mais ideal que paulo leminski